Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Governador inaugura Data Center

Publicado: Quinta, 09 Novembro 2017 13:45

O governador Marconi Perillo e o secretário de Gestão e Planejamento (Segplan), Joaquim Mesquita, inauguraram, nesta quinta-feira (09/11), o Centro de Processamento de Dados do Governo Estadual, contendo o maior Data Center outdoor modularizado da América Latina. Com isso, o Governo do Estado será o primeiro no Brasil a garantir que toda a área finalística estatal seja digitalizada e permita a tramitação de documentos e processos com total segurança e suporte tecnológico. O Data Center integra o Sistema Eletrônico de Informações (SEI), coordenado pela Secretaria de Gestão e Planejamento (Segplan), através da Superintendência Central de Tecnologia da Informação (SCTI).

O Data Center Central do Governo de Goiás está instalado num prédio do Complexo Fazendário da Secretaria da Fazenda, no Setor Negrão de Lima, em Goiânia. Também conhecido como Centro de Processamento de Dados (CPD), o Data Center é um local onde estão concentrados os sistemas computacionais do Governo de Goiás, como de telecomunicações, de armazenamento de dados, além do fornecimento de energia para o seu próprio funcionamento.

O Governo do Estado vem ampliando os investimentos em Tecnologia da Informação. Em 2016 foram R$ 152 milhões. Apenas na montagem do Data Center foram aplicados R$ 10 milhões. Ele tem capacidade de armazenamento de 1 petabyte e 10 terabytes de processamento. Conta também com 38 servidores físicos e 600 virtuais, além de controle de acesso biométrico. “Gasto em TI é investimento em qualidade”, afirma o secretário de Gestão e Planejamento (Segplan), Joaquim Mesquita.  

O governador Marconi Perillo disse que o compromisso do seu Governo é com o avanço da modernidade e que o Data Center representa rapidez, qualidade, segurança tecnológica e economia para os cofres públicos. “Nosso compromisso é servir bem o cidadão goiano e este sistema de tecnologia da informação vai nos garantir segurança pra melhorar os serviços públicos”, disse.

“O Data Center do Governo vai garantir, ainda mais, apoio tecnológico para melhorar a oferta de serviços aos cidadãos; à gestão dos benefícios sociais; à inteligência estratégica e tomada de decisão e apoio à gestão administrativa estadual. Este é mais um legado que o governador Marconi Perillo deixará ao Estado, além de tantos outros, um sistema de tramitação eletrônica que já reduziu em um período de 30 dias 40% do que se gastava em papel”, disse o secretário de Gestão e Planejamento, Joaquim Mesquita, durante a solenidade.

Serviços

Os 230 servidores ligados à SCTI trabalham em conjunto com as equipes técnicas da Secretaria da Fazenda, oferecendo suporte tecnológico no desenvolvimento de soluções e sustentando todo o ambiente de sistema como nota fiscal eletrônica, documentos de arrecadação e outros.

A gestão dos programas sociais do Governo também têm suporte da Tecnologia da Informação, da Segplan, no controle dos mais de 70 mil benefícios pagos pelo Governo de Goiás. O cidadão que necessita de informações sobre qualquer serviço realizado em uma das unidades do Vapt Vupt conta com um telefone para tirar suas dúvidas. São mais de 320 mil atendimentos por ano prestados pela Central de Atendimento, que tem o suporte da SCTI, além dos centenas de computadores ligados nas unidades e nos demais órgãos governamentais.

Todos os dados armazenados possuem cópias reservas. A solução de segurança é implementada em nível de aplicação e rede para garantir a proteção contra invasões e ameaças nos sites governamentais e nas aplicações corporativas. De acordo com o superintendente executivo da Segplan, Bruno Perillo, a segurança dos serviços de TI com o Data Center foi projetada para gerenciar, monitorar e proteger as informações abertas e/ou sigilosas do governo.

Ambiente

O Data Center é um ambiente projetado para concentrar servidores, equipamentos de processamento e armazenamento de dados e sistemas de ativos de rede, como switches, roteadores e outros.  “É o coração nervoso do Governo e componente importante para o departamento de TI”, afirma Ricardo Pereira Borges, superintendente da Central de Tecnologia da Informação da Segplan.

Por abrigar os bancos de dados e processar grandes quantidades de informações, os equipamentos foram montados em racks ou armários metálicos.  Possuem proteção conta incêndios além de sistemas de resfriamento dos racks, para manter uma temperatura estável. O acesso é restrito aos servidores, por questões de segurança, possuindo controle biométrico. Cercas e portões cercam o prédio, além de câmeras de segurança e guarda armada 24h por dia.

O Data Center da SCTI foi projetado para ser um centro de dados em uma estrutura compacta, portátil e modular. O contêiner conta com 320m² de área total e capacidade para 23 racks. Foi feito de aço e poliuretano, à prova de chuva, granizo, altas e baixas temperaturas, fungos, ferrugem, entre outros fatores inesperados.  As soluções desenvolvidas pela equipe da SCTI da Segplan reúnem sistemas de monitoramento, de energia, de refrigeração, de combate a incêndio e de sistema de amortecimento, que absorvem vibrações até em caso de terremotos. O Data Center do Governo estadual está preparado para oferecer serviços de alta disponibilidade em infraestrutura de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) para todo Estado

Hoje, o Data Center da SCTI roda quase 800 servidores virtuais. Em breve, todo esses recursos de hardware estarão disponíveis em ambiente web, onde cada órgão poderá geri-los com autonomia e autossuficência, até o limite estabelecido e previamente acordado, permitindo a liberação e o acesso rápido de novos servidores.

Comunicação Setorial – Segplan

registrado em:
Fim do conteúdo da página