Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Goiás tem 2º maior crescimento da indústria do Brasil em setembro•

Publicado: Quarta, 08 Novembro 2017 17:17

Em um reflexo das políticas públicas adotadas pelo Governo Marconi Perillo, somadas ao empreendedorismo do setor privado, Goiás foi o segundo Estado brasileiro com maior crescimento industrial no mês de setembro. Segundo pesquisa divulgada nesta terça-feira (8/11), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a indústria goiana teve uma alta de 2,1% no comparativo com agosto, dez vezes maior que a média nacional, que foi de 0,2% no período.

Ainda segundo a Pesquisa Industrial Mensal, Goiás também teve um forte salto do setor em setembro, quando a base de comparação é com o mesmo mês de 2016. Nesse recorte, a indústria goiana foi a quarta que mais cresceu no Brasil, com alta de 7,3%, também bem acima da média nacional, que foi de 2,6% no mesmo cenário.

O IBGE confirmou também o crescimento da produção industrial de Goiás acima da média nacional no acumulado do ano, diante de período idêntico de 2016. Entre janeiro e setembro de 2017, a indústria goiana teve uma alta 2,4% em comparação com o mesmo período do ano passado. Em todo o Brasil, o crescimento ficou em 1,6%. No comparativo com o segundo trimestre, o avanço da indústria goiana foi de 3,5%, diante de 3,1% de todo o Brasil.

Análise do Instituto Mauro Borges, da Secretaria de Gestão e Planejamento, mostra que todas as atividades industriais goianas tiveram crescimento em setembro. O principal impacto positivo foi na fabricação de veículos automotores, reboques e carrocerias (131,6% de alta). Em seguida, surge a indústria de produtos farmoquímicos e farmacêuticos (42,9%). O resultado da produção industrial goiana em setembro dá mostra de que o setor está reagindo mês a mês, uma vez que vem crescendo desde maio de 2017.

Brasil

A Pesquisa Industrial Mensal, divulgada pelo IBGE, aponta que o Estado com maior crescimento em setembro foi o Rio de Janeiro, com 8,7%. No comparativo entre setembro de 2017 e setembro de 2017, a liderança é do Pará, com 13,2%, que também lidera no comparativo do acumulado do ano, com 9,8%.

Emprego

O crescimento industrial se soma a outras notícias positivas para a economia goiana. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), Goiás é o terceiro Estado com maior geração de empregos formais no Brasil. Entre janeiro e agosto, foram mais de 47 mil novos postos com carteira assinada de saldo, ficando atrás apenas de São Paulo e Minas Gerais, que têm populações muito maiores.

Gabinete de Imprensa do Governador de Goiás

Comunicação Setorial – Segplan

registrado em:
Fim do conteúdo da página